Atendimento odontológico recebe ampliação em Igaraçu

Consultas ocorrem em todas as Unidades Básicas de Saúde e CEO

Por Redação 01/07/2021 - 11:46 hs
Foto: Divulgação Prefeitura de Igaraçu

Na última semana, os atendimentos odontológicos realizados no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) foram descentralizados, e agora abrangem todas as unidades de saúde de Igaraçu do Tietê. Por conta da pandemia ocasionada pela Covid-19, as consultas foram concentradas em apenas um local, a fim de dar preferência aos atendimentos relacionados ao vírus. 

Atualmente, as consultas acontecem nos postos da rede básica de saúde, e os agendamentos podem ser feitos através dos telefones 3644-2055 (Cecap); 3644-1000 (Vila Rays); 3644-1322 (Cohab); e 3644-4545 (PAS Centro).

Segundo Luciani Vinchi Leal, secretária da Saúde do município, a ampliação dos atendimentos foi motivada pela preocupação em atender outras comorbidades além da Covid-19. “Por conta do início da pandemia, foi preciso interromper as consultas nas unidades básicas. Quando assumimos a secretaria demos ênfase aos casos de Covid, mas também tínhamos a noção de que há outras comorbidades na população, e elas deviam ser tratadas. Não poderíamos esperar a pandemia acabar para que tudo retome. Além disso, também recebemos indicações do governo para que as consultas fossem retomadas”, contou.

Ela enfatiza que atendimentos básicos serão realizados nos postos de saúde. “São as situações rotineiras, como restaurações, extração simples, analisar uma dor de dente etc. Já no CEO, são atendimentos mais especializados, como o próprio nome já diz. Nesses casos nós realizamos um encaminhamento para o local mais adequado a receber o tratamento”.

Ela conta ainda que várias adaptações foram necessárias para a ampliação das consultas. “Foram feitas mudanças nos quatro postos de saúde. Agora eles estão completos, fizemos a aquisição de bomba a vácuo, que é um equipamento que impede a dispersão de gotículas de saliva no ar, além de equipamentos de proteção individual, jalecos com gramatura e máscaras N95 aos profissionais. Seguimos todas as normas especificas para evitar a contaminação por Covid-19”.

Por consequência da centralização dos atendimentos por um longo período, é necessário realizar agendamento diretamente nas Unidades Básicas. Contudo, também há vagas de urgência e emergência, as quais não se faz necessário marcar com antecedência. “Como estava suspenso desde março de 2020 a população estava sem assistência, então por hora, há uma grande procura. Mas os profissionais estão se empenhando em oferecer o mais breve possível, para que tudo volte a normalidade. Precisamos cuidar da questão do coronavírus, mas também é necessário cuidar de outras comorbidades, incluindo a saúde bucal”, finalizou.